Sugestões de Natal - WOOK

A Wook está com uma campanha fantástica!
30% a 50% de desconto e a maior parte dos livros também beneficiam de PORTES GRÁTIS!


Peguei em alguns dos títulos com desconto, livros que já li e cuja opinião podem ler no meu blog, e aqui fica as minhas sugestões para este Natal!




O Esplendor da Vida (ler opinião)
Até ao Fim do Mundo (ler opinião)
Os Aromas do Amor (ler opinião)

Um Dia (ler opinião)
A Noiva Italiana (ler opinião)
Uma Promessa de Felicidade (ler opinião)

Amor, Açúcar e Canela (ler opinião)
Retrato de Família (ler opinião)
A Praia das Pétalas de Rosa (ler opinião)

A Última Carta de Amor (ler opinião)
A Viela da Duquesa (Não tenho opinião escrito, pois já o li há muito tempo. Mas é sem dúvida um dos melhores livro desta autora! Lindo, lindo!!)
Em Troca de um Coração (ler opinião)

Estranho Lugar para Amar (ler opinião)
O Pacto (ler opinião)
A Família Sogliano (ler opinião)

Mas estas são só algumas sugestões.
Espreitem a Wook para mais ideias!
E Bom Natal com muitos livrinhos!!! :)

"Vitória, de amor e de guerra" de Luísa Beltrão (opinião)

Não sou grande fã de livros sobre a Primeira Guerra, muito ao contrário da Segunda, que devoro sem hesitar. Mas a verdade é que Luísa Beltrão, na sinopse deste livro, prometia-nos um olhar diferente sobre esta guerra em que nós, portugueses participámos. O olhar de uma mulher, filha de pai português e mãe francesa, que deixa três filhos para trás, e decide ir ajudar ao esforço de guerra num hospital, perto do local onde o seu marido estava colocado.
Não acredito que muitas de nós o fizessem, mas Vitória era de outra garra.

A sinopse prometia igualmente um romance entre ela e um dos seus pacientes, um herói inglês, que a solidão e os acasos da vida empurraram para a sua companhia.
Por muitos livros que leiamos, filmes que vejamos, nunca iremos compreender o que é estar numa situação destas. Por isso não há como recriminar Vitória pela presença constante à cabeceira desse paciente. Com ele, ela vai desabafando, contando a história da sua vida, da sua família. e simultaneamente vamos descobrindo a história deste nosso país.


É, na realidade, a vertente histórica deste livro que mais me conquistou. Portugal, pequenino, fechado nas suas tradições e costumes, lidando com os seus próprios problemas políticos.

Luísa Beltrão tem uma escrita fluída e cativante. Leva o leitor pela mão e ajuda-o a compreender com facilidade os saltos temporais, tão necessários quando se tenta perceber uma família como um todo.
Gostei imenso. Nunca tinha lido nada desta autora e fico à espera de uma nova publicação.

P.S. A capa é lindíssima, não concordam? Parabéns à Manuscrito.

"Um Final Feliz" de Annie Darling (opinião)


Vou contar-vos um segredo... apaixonei-me pelo título original deste livro. 
A Pequena Livraria dos Corações Solitários... eu sei, eu sei... em português não soa tão bem. Mas em inglês... ui! Derreto-me. E depois, a capa... a portuguesa diz logo tudo, não é? Amor e livros... E a original, parece um marshmallow. :D Não havia como resistir.

Há já algum tempo que não lia um deste género, por isso teve de ser. E sabem, não me arrependi. A história é gira, simples e divertida, e as personagens hilariantes. A sério que quase que consigo vê-los no grande écran numa daquelas comédias românticas inglesas, sabem?! Talvez com a Emma Watson e o interessantíssimo Sam Claflin nos papéis principais... O que acham? ;)

A verdade é foram umas horitas passadas em boa companhia. Foi um dos livritos da baixa por causa da epicondilite, por isso soube mesmo bem a sua leitura. Senti-me logo mais animada.
A autora escreve com fluidez, e a sequência de cenas é rápida, por isso as quase 400 páginas lêem-se num ápice. E também gostei da história dentro da história! Um pormenor muito giro, que quem for ler vai perceber e gostar também, de certeza! ;)

Dá uma excelente prenda de natal para começar o ano com umas boas gargalhadas e o coração mais quentinho. :) Uma excelente edição da Quinta Essência.
Recomendo.

Destaque / Passatempo: "O Tricot da Luísa"

No passado sábado tive o prazer de ir ao lançamento do livro de Luísa Ló - O Tricot da Luísa.
E garanto-vos, foi um momento que valeu a pena. :)
Apesar de me estarem interditas as agulhas, por causa da epicondilite, lá consegui aprender um ponto que me andava a suscitar dúvidas há já algum tempo. Mas agora, com este livrinho por perto, não vou ter mais dificuldades em aprender pontos novos.
Para além disso, o livro tem uns quantos projectos que me vão dar ideias fantásticas para prendas de Natal!
E não é que o próprio livro é ele mesmo uma fabulosa prenda de Natal!??!?
Estão a ver aquela amiga que está sempre a dizer, "Qualquer dia tens de me ensinar a fazer essas coisas!", ou a filha de outra amiga que quer aprender porque está tão na moda... bem, aqui está a solução. Um livro de fácil leitura - todos os projetos estão simplificados, e a explicação dos pontos é simplesmente maravilhosa.

O Tricot está a ser retomado em força pelas mulheres portuguesas, por isso esta é uma boa sugestão também para quem quer aprender sózinho.

O livro inclui a oferta de novelo For Nature.

Com o gentil apoio da Marcador, tenho o prazer de anunciar que tenho dois exemplares deste livrinho, autografados pela autora e com dedicatória se quiserem, para sortear. :)

Para se habilitarem basta que preencham o formulário abaixo até às 23h59 do próximo dia 12 de dezembro.

Notícias

Alguns de vocês devem andar a estranhar a minha ausência. E realmente não é muito do meu género desaparecer assim de um momento para o outro. Mas foi por uma razão válida...


Estou com uma epicondilite no cotovelo direito, o que se traduz na proibição de utilizar o computador, pelo menos até haver melhoras significativas. Por essa razão tenho-me dedicado àquilo que mais nos agrada = ler.
Pedi agora ao maridão para escrever este post por mim...
Entretanto, espero conseguir, em breve, escrever as opiniões dos livrinhos que me passaram pelas mãos nestas duas últimas semanas:


Nada mal, pois não? ;)
Até já!

"A Rainha Santa" de Isabel Machado (opinião)

Existem personagens na História de Portugal que deixaram a sua marca. Isabel de Aragão foi uma delas. Ainda hoje se ouvem os ecos da sua voz nas lendas do povo português. 

A Rainha Santa e o Milagre das Rosas é uma história que todos nós conhecemos. Quem não se lembra da sua cândida resposta ao Rei D. Dinis, seu esposo, quando indagada sobre o que levaria no regaço ao sair do paço:
«São rosas, Senhor!»
E desconfiado, D. Dinis retroquiu: «Rosas, em Janeiro?»
D. Isabel expôs então o conteúdo do regaço do seu vestido e nele havia rosas, ao invés dos pães que ocultara.

Das aulas de História ficou-me na memória esta lenda, bem como a recordação desta  Rainha Santa como uma rainha muito devota e piedosa, que mais tarde foi canonizada. Por diversas razões, esta, foi uma leitura muito feliz. Adorei descobrir a mulher por trás da lenda, a dona do coração de D. Dinis, o quinto rei de Portugal.


Conhecemos Isabel desde tenra idade, dando os primeiros passos na corte de Aragão, e acompanhamo-la na sua viagem, aos 11 anos, rumo a Portugal para se juntar a D. Dinis. Quase que posso dizer que mais do que a história de uma Rainha, este livro conta-nos a história de um amor. Um amor altruísta, sofrido, leal... o amor de uma rainha pelo seu rei. Um amor e uma humildade tal que a levaram a aceitar os filhos bastardos do rei e a criá-los como seus. Quantas mulheres fariam isso? Ao longo de 446 maravilhosas páginas, acompanhamos o dia-a-dia de Isabel na corte e as interações com os seus súbditos portugueses, que lhe conquistaram igualmente o coração.


Mas Isabel, a autora, quis também que ficássemos a conhecer um pouco melhor este rei que arrebatou o coração à princesa aragonesa, D. Dinis. Dele ficaram para a História os cognomes de O Lavrador e O Poeta. Foi um rei que dedicou grande parte do seu reinado ao despertar em Portugal da consciência de estado-nação, levando a cabo importantes reformas judiciais, e instituindo a língua portuguesa como língua oficial da corte. Criou também a primeira Universidade portuguesa, e no intervalo das guerras civis que teve com o seu irmão e mais tarde com o seu filho levou a cabo importantes ações de fomento económico (como a criação de concelhos e feiras). Foi  igualmente um grande amante das artes e das letras, cultivando as famosas Cantigas e Amigo e Cantigas de Amor, que ainda hoje se estudam nas nossas escolas. 


Este é sem dúvida um livro extremamente completo, escrito de forma maravilhosa, que nos embala e seduz à medida que nos revela um Portugal nos finais do século XII, início do século XIV.
Adorei. Simplesmente adorei ler este livro. Isabel Machado é uma autora que ainda não conhecia mas que agora quero conhecer melhor. A História pela sua mão é-nos mais próxima ao coração. 
O meu bem haja a esta autora.

Sugestão da Semana

Esta semana recomendo-vos uma leitura especial:
"Terra Abençoada" de Pearl S. Buck é um clássico da literatura do séc. XX que ninguém deve deixar de ler.
Um livro intemporal escrito pela primeira mulher a ganhar o Prémio Nobel da Literatura.
Faz parte do Plano Nacional de Leitura para o 9.º ano.

Foi recentemente reeditado pelo Clube do Autor.
Podem ler a minha opinião aqui.

Em destaque: "Regresso de Auschwitz" de Goran Rosenberg

Como reconstruir uma família depois de sobreviver aos horrores do Holocausto
Uma evocação literária das memórias que transportamos, um testemunho comovente do amor de uma família. 

Sinopse:
Esta é a história impressionante de David Rosenberg e da mulher, contada pelo filho, que reconstrói as memórias de família num relato tocante.
Para muitos, a ida para Auschwitz significava apenas uma viagem sem retorno. Mas com David Rosenberg foi diferente: sobreviveu.
Como foi possível este milagre? E o que aconteceu depois da libertação?
Na rampa de seleção de Auschwitz foi separado da namorada e o destino parecia traçado. Mas David sobrevive. Contra todas as probabilidades, é encaminhado de comboio para a Suécia com o apoio da Cruz Vermelha e consegue reunir-se com a namorada. Finalmente juntos num país desconhecido, os dois tentam criar raízes e reconstruir a sua vida.

Críticas de imprensa:
«Uma obra grandiosa, concebida de forma única e com uma escrita extraordinária, humana, generosa, devastadora e, apesar de tudo, esperançosa.» Financial Times

«Um livro comovente, uma carta de um filho para o pai… É impossível ler esta obra sem pensar nos horrores que ainda hoje se vivem.» The Wall Street Journal

Sobre o autor:
Goran Rosenberg, filho de pais polacos, nasceu na Suécia em 1948. Aí viveu até 1961 com os pais, ambos sobreviventes do Holocausto. Tem formação em várias áreas e é autor de diversos livros. Enquanto jornalista trabalhou na rádio, na televisão e na imprensa.

"Aamir: Um Pária em Lisboa" de Ricardo Gomes (opinião)

De vez em quando gosto de dar oportunidade aos escritores portugueses desconhecidos, e de vez em quando encontro verdadeiras preciosidades.
Ricardo Gomes apresentou-se como «um tipo normalíssimo que gosta de boas histórias.» Ora, também eu sou uma tipa normalíssima que gosta de boas histórias e apostei que ía gostar da história que o Ricardo elaborou.

Um livro pequenino, com uma capa simples, muito bonita, que espelha um dos locais icónicos de Lisboa, chegou às minhas mãos. E logo comecei a ler.
Não demorou muito a ser enfeitiçada pelas palavras de Ricardo, e a entrar na história, como espectadora, claro. 

Gostei da escrita de Ricardo Gomes. Fluída, cuidada, mas natural... pode-se dizer que a riqueza deste livro está exatamente na forma como está escrito. A história em si, inspirada numa personagem real que Ricardo viu um dia sentado nos Restauradores, é algo intrigante e está muito bem construída, pelo que leva o leitor a querer ver o caminho que Aamir vai percorrer.

Não sendo uma personagem cativante, bem pelo contrário, é interessante ver a transformação deste indiano ao longo das 88 páginas deste pequeno livro. Tratando-se de um conto, não poderíamos esperar muito desenvolvimento, mas acho que a história tinha pano para mangas.

Fico a aguardar mais alguma publicação deste autor. Espero mesmo que ele se aventure um pouco mais e arrisque um livro "à seria"! :)

Diane Chamberlain... já conhece esta autora?

Sveva Casati Modignani

Paulo Coelho está de volta!

Jojo Moyes - novo livro!

A não perder...

Novo livro

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Chiado Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Marcador

Visualizações de página na última semana

Copyright © 2005-2016 Blogger Template (Adapted by Fernanda)