Em destaque: "O Carrinho de Linha Azul" de Anne Tyler

«Estava uma linda e fresca tarde em tons de verde e amarelo...» é como Abby Whitshank começa por contar a sua história de amor com Red, no verão de 1959.

Sinopse:
Os Whitshank, com os patriarcas Abby e Red, os seus quatro filhos e os netos, são uma típica família de classe média. Reunidos no alpendre parecem o retrato da felicidade, plenos de lembranças e a celebrar o passado que remonta aos anos 20, com a chegada dos pais de Red a Baltimore. Uma imagem de perfeição que se desintegra no momento em que atravessamos a porta de entrada, quando aos risos e celebrações se juntam segredos, ciúmes e desapontamentos, guardados entre as quatro paredes de uma casa antiga que já albergou quatro gerações.

Como um carrinho de linhas, esta história desenrola-se entre passado e presente, revelando ao leitor a complexidade emocional desta família. Consagrando 50 anos de carreira da autora, O Carrinho de Linha Azul é mais um grande romance de Anne Tyler, detentora de vários prémios, entre os quais o Pulitzer.

Sobre a autora:
Anne Tyler nasceu nos Estados Unidos da América em 1941. Licenciou-se pela Universidade de Duke e fez investigação em Estudos Russos na Universidade de Columbia. Em 1988 foi galardoada com o prémio Pulitzer com o romance Breathing Lessons. É membro da Academia Americana de Artes e Letras. O Carrinho de Linha Azul é o seu vigésimo romance e os direitos encontram-se já vendidos para mais de quinze países.

Podia ser eu...


Lembro-me tão bem das minhas idas à Biblioteca quando era miúda.
Só o cheirinho a livros me encantava. :)

"Sete Minutos Depois da Meia-Noite" de Patrick Ness, Jim Kay (opinião)

Há monstros à solta por toda a parte. Uns são reais, disfarçados com aspeto de humanos, mas outros, sendo tão reais quanto os primeiros, não nos aparecem tão claramente. Talvez um pouco mais aterrorizadores, ou um pouco mais assustadores... de qualquer das formas quando estes nos aparecem, tudo o resto passa a ter um significado diferente.

Este livro de Patrick Ness, inspirado numa ideia original da maravilhosa Siobhan Dowd  (autora e ativista britânica), espelha a realidade de muitas crianças e adultos nos nossos dias. Como lidar com um monstro que por vezes nem nome tem, e que transforma toda a nossa existência de um dia para o outro? Como lidar com a necessidade de enfrentar um monstro que nos tira o fôlego quando apenas pensamos nele? 

O livro "Sete Minutos Depois da Meia-Noite" é um conto de fadas negro, lindo pela sua simplicidade e pela forma como nos toca tão profundamente. Recordou-me da habilidade que poucos têm em contar uma história e com isso tocar na mais delicada parte de uma alma.

Não quero revelar mais sobre a história em si, pois acho que a mesma vos tocará igualmente se entrarem na leitura sem saber o que se vai passar. Também não me quero alongar nas razões porque acho que toda a gente o deveria ler. Sei que vai sair um filme em breve, mas não esperem por ele. Leiam o livro, pois a sua leitura vos será infinitamente mais preciosa. Recomendo-o a jovens de todas as idades. Principalmente àqueles que têm de lidar com monstros nas suas vidas. Tenham eles as formas que tiverem.

As ilustrações de Jim Kay fazem completam este trabalho na perfeição, dando uma forma ao monstro e aos pesadelos de Conor. Demorei algum tempo a apreciá-las e a descobrir pormenores que não se notam à primeira vista.

"Sete Minutos Depois da Meia-Noite" é, sem dúvida, um livro belíssimo, equilibrando na perfeição a realidade e a fantasia. Se existem livros que não sabíamos que tínhamos de ler. Este é um deles.

"O Programa Segue Dentro de Momentos" de Júlio Isidro (opinião)

Júlio Isidro é uma personagem incontornável. Acompanhou a minha infância e adolescência e até hoje reside na minha memória, e na de muitos, como um dos grandes da televisão portuguesa.

Na época em que não possuíamos sequer um comando para a televisão, e o nosso zapping estava limitado aos números 1 e 2, tendo de levantar o dito da cadeira, os programas deste Senhor entravam-nos pela casa dentro e iluminavam as nossas vidas com risos, música, passatempos malucos e outras rubricas mirabolantes.

"O Programa Segue Dentro de Momentos" é um registo do percurso profissional deste homem que desde cedo se convenceu não ser material para televisão, e que mais ou menos sem saber como, ali foi parar com apenas 15 anos, permanecendo até aos dias de hoje.

Escrito num tom divertido e ligeiro, num espelho quase exacto da sua pessoa, Júlio Isidro partilha com os seus leitores episódios da sua vida profissional, alguns tão caricatos como impressionantes, e que fazem as delícias dos que se "viveram" os seus programas, como O Passeio dos Alegres ou A Febre de Sábado de Manhã, ou outros programas e entrevistas para a rádio.

Este entertainer português, reconhecido como um dos mais bem sucedidos profissionais da rádio e da televisão portuguesas, revela-se a pessoa que sempre nos demonstrou ser: humilde, divertido embora discreto e extremamente correto para com todos os que com ele se cruzaram.

Bem haja, Sr. Júlio Isidro pela sua presença nas nossas vidas e por este registo que connosco partilhou. 
E os meus parabéns à Marcador por mais esta excelente publicação.

Em destaque: "Sete Minutos Depois da Meia Noite" de Patrick Ness, Jim Kay

«Passava pouco da meia-noite quando o monstro apareceu.»
Mas não era exatamente o monstro de que Conor estava à espera... 

Sinopse:
A escuridão, o vento, os gritos. O mesmo pesadelo noturno desde que a mãe de Conor ficou doente. Tudo é tão aterrorizador que Conor não se mostra assustado quando uma árvore próxima de sua casa se transforma num monstro... Mas só o monstro sabe que Conor esconde um segredo e é o único a estar ao seu lado nos seus maiores medos. 

Inspirado numa ideia original da escritora Siobhan Dowd, que morreu de cancro em 2007, Patrick Ness criou uma história de uma beleza tocante, que aborda verdades dolorosas com elegância e profundidade, sem nunca perder de vista a esperança no futuro. 
Fala-nos dos sentimentos de perda, medo e solidão e também da coragem e da compaixão necessárias para os ultrapassar. Fantasia e realidade misturam-se num livro de exceção, com ilustrações soberbas que complementam e expandem a beleza do texto.

É com ilustrações soberbas que complementam e expandem a beleza do texto que a fantasia e realidade se misturam em Sete Minutos Depois da Meia-Noite.


Sobre o autor:
Patrick Ness nasceu na Virgínia, Estados Unidos, mas vive em Londres desde 1999. É considerado uma das vozes mais talentosas da literatura inglesa contemporânea para jovens adultos e tem sido distinguido com alguns dos mais prestigiados prémios literários, entre eles a Carnegie Medal, o Guardian Children’s Fiction Prize, o Costa Children’s Book of the Year Prize e o Booktrust Teenage Prize.


Sobre o ilustrador:
Jim Kay estudou ilustração e trabalhou nos arquivos da Tate Gallery e dos Royal Botanic Gardens, Kew, duas experiências que influenciaram muito o seu trabalho. As ilustrações de Sete Minutos Depois da Meia-Noite foram premiadas com a CILIP Kate Greenaway Medal.

Balanço de Leituras em 2016


Janeiro, é por norma, o mês em que se fazem balanços, análises, reflexões sobre o ano anterior.
Este ano faço o meu balanço literário um pouco mais tarde do que o habitual (costuma ser logo nos primeiros dias de janeiro), mas ainda muito a tempo.

Em 2016, e olhando para os números dos anos anteriores, foi o ano em que li menos livros: 55 livros.
A qualidade no entanto, não fica aquém. Acho que primei mais pela qualidade do que pela quantidade.  Podem ver aqui a página do registo.

A minha qualificação, confesso, é um pouco fora do normal, e já me perguntaram muitas vezes como funciona... Acreditem que, como quase tudo na vida, é algo em constante movimento e evolução. ;)

Basicamente classifico os livros de 1 a 5 estrelas, sendo que:
1 = Muito mau
2 = Mau
3 = Medíocre
4 = Bom
5 = Muito Bom
Só que depois aparecem livros melhores e mais que melhores e os números de estrelas vão aumentando.
Até ver:
6 = Muitíssimo Bom
7 = Excelente
8 = Arrebatador

Vamos lá ver o que acontece se eu ler um livro que considere ser mais do que "arrebatador"!

Bem, continuando com este meu balanço, em 2016, e analisando agora os números das classificações li:

  • 10 livros com 3 estrelas
  • 22 livros com 4 estrelas
  • 11 livros com 5 estrelas
  • 5 livros com 6 estrelas
  • 4 livros com 7 estrelas
  • 3 livros com 8 estrelas

Muitos me perguntam como é possível gostar de tudo o que leio e porque não tenho livros com más classificações.
Já tive em anos anteriores, acreditem. Mas agora, o que acontece é que nem me dou ao trabalho.
À partida tento escolher livros que me apelem, e que desconfio que vou gostar. Então se são autores conhecidos a percentagem de erro desce bastante.
Mas, se por acaso me vem parar às mãos um livro cuja leitura não me agrada após os primeiros capítulos, pura e simplesmente interrompo-a. Sei que alguns de vocês ficarão escandalizados, mas a verdade é que já muitas vezes apostei e insisti na leitura de grandes calhamaços, para no fim chegar à conclusão de que foi tempo perdido. É certo que também já me aconteceu o contrário, mas isso são casos raros. E com tanto livro aí por ler...

Uma coisa que me deixa sempre em dúvida é quando nos pegamos num determinado livro em que a altura se revela não ser a ideal para o ler. E aí, como classificá-lo? Dá-se uma má classificação porque a leitura não me agradou, ou uma classificação boa, porque o livro até era um bom livro...
Fica a questão: Haverá alturas e momentos certos para cada livro?

Em suma, julgo que as minhas leituras em 2016 foram interessantes, embora pudessem ter sido um pouco melhores.
Como decisão de princípio de ano, vou tentar alargar as minhas escolhas a outros géneros.

Boas leituras para todos!

Sugestão da Semana 2

O livro que vos sugiro para esta segunda semana de 2016 é uma leitura um bocadinho fora do normal.

Não é uma história simples, bem pelo contrário. Tem tanto de complicada como de original, um pouco ao estilo de O Fabuloso Destino de Amélie Poulin.

Está na Wook com um preço fantástico e é uma leitura que nos faz pensar um pouco, em como é possível, um grupo de pessoas lutar por algo que lhe é comum e importante.

Podem espreitar a minha opinião aqui.

Para ler a sinopse, cliquem aqui.

Recomendação feita! :)

"A Derradeira Ilusão" de Diane Chamberlain (opinião)

Mais uma vez vejo-me rendida às histórias desta autora. Desde que li "O Segredo da Minha Irmã" que tive de procurar mais dela para ler. Encontrei "A Confissão da Parteira", uma livro de 2013, e logo a seguir surgiu "Vidas Esquecidas" - um livro mesmo fora de série. Todos eles são títulos que valem a pena ler. A autora tem uma predileção por temas fortes, não há dúvida. E ensina-nos ou relembra-nos sobre a História e os acontecimentos que não se devem esquecer.

E realmente é verdade. Nunca mais esquecerei o "Vidas Esquecidas", em que descobri sobre o que foi o Projeto Eugenia, e como tantas vidas ficaram prejudicadas com a loucura de alguns homens.

Entretanto, e mais propriamente sobre este livro, "A Derradeira Ilusão", a autora volta a abordar alguns temas muito fortes: a adoção, o horror de uma doença degenerativa e a eutanásia.

Saltitando entre o presente e o passado, ela conta-nos a história da adorável Molly, a personagem principal, cuja vida está tragicamente dilacerada em duas partes.

Molly e o seu marido são dois candidatos perfeitos para adotar um bebé. Mas por trás dessa perfeição, Molly esconde um terrível segredo, pelo que ela terá de enfrentar os fantasmas do passado para conseguir encontrar a felicidade no presente.

Com uma escrita fluida e consistente, a autora envolve-nos nesta história, levando-nos a querer descobrir os segredos que esconde Molly, enquanto que simultaneamente nos abre os olhos para realidades que muitos de nós desconhece.

Uma excelente leitura para terminar o ano de 2016. Mais uma história de Diane Chamberlain que não vou esquecer. :)


Para mais informações sobre este livro clique aqui.

Sugestão da Semana 1

Volto às Sugestões da Semana, combinando bons livros com boas oportunidades de compra na Wook, que até dia 28/janeiro está com uns saldos fantásticos!


E a sugestão desta primeira semana do ano é:
"Depois da Luz" que está à venda na Wook por 5,81€!


Susan Lewis é uma autora excelente. Aborda especialmente as relações familiares com um toque de mistério que já a fizeram ganhar o título da Jodi Picoult inglesa.

Dela já li quase todos os livros que foram editados em Portugal, e todos eles são muito bons!
Há por sinal na Wook mais títulos desta autora com excelentes preços. Espreitem aqui.



Podem ler também as minhas opiniões:
"Depois da Luz"
"Desaparecido"
"Escândalos em Família"

Eu também vou  aproveitar estes saldos e comprar um exemplar do livro que me falta ler e que está na Wook pelo mesmo preço (5,81€):
"Um Amor Inesperado"

Diane Chamberlain... já conhece esta autora?

Absolutamente viciante!

O novo livro de Robert Galbraith

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Chiado Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Marcador

Visualizações de página na última semana

Copyright © 2005-2017 Blogger Template (Adapted by Fernanda Carvalho)