"Uma Casa na Irlanda" de Maeve Binchy

Sinopse:
Ria e Marylin não se conhecem - vivem a milhares de quilómetros de distância, separadas pelo oceano Atlântico: um numa grande e acolhedora casa vitoriana em Tara Road, Dublin, a outra numa casa moderna em Nova Inglaterra. Seria difícil encontrar duas mulheres mais diferentes; a vida de Ria centra-se na sua família e nos seus amigos, enquanto a de Marylin conheceu muito sofrimento. Mas quando cada uma delas precisa de sair do ambiente que as rodeia, uma troca de casas parece ser a solução ideal. Juntamente com as casas emprestadas surgem os vizinhos e os amigos, os mexericos e as especulações quando Ria e Marylin trocam de casas durante o Verão...

A minha opinião:
Este é daqueles livros que ando para ler há imenso tempo. Chegou a estar em minha casa, como empréstimo de uma amiga, mas a edição tinha umas letras tão pequeninas que perdi logo a vontade de lhe pegar e acabei por devolvê-lo. Depois, no ano passado, li um outro livro desta autora, "De Alma e Coração" que me deixou encantada, quando no Natal reparei que "Uma Casa na Irlanda" tinha sido publicado como livro de bolso, comprei-o assim que tive oportunidade. As letras eram aceitáveis e apesar de não ser uma leitura tão confortável, serviu bem o seu propósito.

A história é uma história de mulheres, sobre mulheres e para mulheres. Fico seriamente na dúvida se um homem conseguiria descortinar toda a acção que se desenrola à volta de Ria. lol Acho que se perdia entretanto! Tal como no outro livro, a autora não se limita a contar a história de uma mulher. Ela entra em pormenores sobre a vida de todas as pessoas que fazem parte do seu circulo de amigos e família. A meio do livro, esse círculo entretanto alarga-se, quando devido a uma série de peripécias e conicidências, Ria acaba por trocar de casa durante dois meses com uma americana.
E foi aqui que percebi, que esta história não me era totalmente desconhecida. Quer dizer, a sinopse aborda apenas uma parte da história... talvez a segunda parte do livro, por assim dizer, e foi nessa parte que foi inspirado o filme "Tara Road" (Vidas Trocadas, em português), filme que vi há alguns anos.
Devo dizê-lo que o filme está muito aquém do livro. É um filme fraquinho, por assim dizer, mas talvez seja interessante revê-lo após esta leitura.
O livro chega a ser quase cansativo, de tão envolvente que é. Sentimo-nos solidários com Ria e a torcer para que consiga dar uma reviravolta à sua vida.
Gostei bastante e assim que houver oportunidade hei-de pegar novamente em qualquer coisa desta autora.

3 comentários:

bauny on 24/2/10 disse...

Olá Fernanda!! Já li este livro há algum tempo e adorei... Adorei cada linha!! E também já vi o filme na TV... acho que é o filme que é baseado no livro e não o contrário??!!?!

Bjs e boas leituras!

Diana Barbosa on 24/2/10 disse...

Novo passatempo no Refugio dos Livros :D

Maria Pereira on 15/10/10 disse...

Acabei agora este livro e adorei! Tb tive dificuldade em começar a ler, pelo tamanho do mesmo e pelas letras pequenas mas gostei imenso

Bjs e boas leituras

Um livro magistral!

Um livro magistral!
Neste livro, Jodi Picoult aborda temas como a raça, o privilégio, o preconceito, a injustiça e a compaixão.

O novo livro de Deborah Smith

Novo Thriller de Paula Hawkins

Uma história maravilhosa!

O livro sensação de 2017!

 

ASA

Quinta Essência

Planeta

Porto Editora

Bertrand

Lua de Papel

Chiado Editora

Oficina do Livro

Editorial Presença

Jacarandá

D. Quixote

Clube do Autor

Livros d'Hoje

Casa das Letras

Suma de Letras

Vogais

Saída de Emergência

Esfera dos Livros

TopSeller

Objetiva

Marcador

Visualizações de página na última semana

Copyright © 2005-2017 Blogger Template (Adapted by Fernanda Carvalho)